Família Arede tenta recomprar Onofre

A família Arede, que vendeu a rede de farmácias Onofre por R$ 744 milhões há quatro anos para o grupo americano CVS Caremark, tem interesse em recomprar o negócio, segundo apurou o Valor. Um acordo poderia encerrar o processo de arbitragem que envolve as partes há um ano.

Para continuar lendo CLIQUE AQUI

Sob gestão de herdeiro, valor de mercado do Magazine Luiza tem forte crescimento

Quando assumiu a presidência do Magazine Luiza no início do ano passado, Frederico Trajano sabia das dificuldades que viriam pela frente. Filho da empresária Luiza Trajano, sobrinha da fundadora da companhia, Frederico chegou ao comando do negócio em um momento delicado: o País passava por uma das maiores recessões de sua história e os resultados da varejista e de todo o setor não eram dos melhores.

Para continuar lendo CLIQUE AQUI

Donos da JBS fecham acordo de R$ 15 bilhões para vender Eldorado

A J&F, que controla os negócios da família Batista, concluiu as negociações para vender a fabricante de celulose Eldorado para a Paper Excellence.

Para continuar lendo CLIQUE AQUI

BNDES e família Batista travam disputa na Justiça antes de assembleia da JBS

O braço de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDESPar) e a Caixa Econômica Federal, acionistas da JBS (controlada pela holding J&F, da família Batista), conseguiram ontem na Justiça Federal de São Paulo liminar para impedir que os controladores da companhia votem hoje na assembleia geral extraordinária. A reunião, marcada para as 10h, vai discutir, entre outras questões, a saída de Wesley Batista do comando da empresa de alimentos. A J&F vai recorrer da decisão, apurou o ‘Estado’.

Para continuar lendo CLIQUE AQUI

J&F contrata assessoria para mediar relação entre família Batista e BNDES

A J&F, empresa que controla a JBS, contratou o banco BR Partners para fazer a mediação entre a família Batista, dona de cerca de 43% do grupo, e o braço de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o BNDESPar, que detém 21,3% da companhia de alimentos.

Para continuar lendo CLIQUE AQUI

Em meio à Zelotes, Gerdau anuncia saída da família da direção do grupo

BRASÍLIA e SÃO PAULO – Alvo da Operação Zelotes – que investiga um dos maiores esquemas de sonegação fiscal do País –, a siderúrgica Gerdau anunciou nesta quinta-feira, 24, o afastamento da família do dia a dia da empresa, após cinco gerações no comando executivo do negócio. O anúncio foi feito no mesmo dia em que o Ministério Público Federal denunciou executivos e consultores da companhia por suspeita de fraude fiscal.

Para continuar lendo CLIQUE AQUI

Americana Hormel confirma compra da Ceratti

SÃO PAULO  –  A americana Hormel Foods confirmou hoje ter comprado a empresa brasileira Cidade do Sol, dona da marca de embutidos Ceratti, conforme antecipou o Valor. O montante da transação foi de US$ 104 milhões e está sujeito a “ajustes habituais de capital de giro”, de acordo com o comunicado.

Para continuar lendo CLIQUE AQUI

Credores da Oi se unem para apresentar proposta de reestruturação

Os principais credores da operadora Oi – representados pelo banco americano Moelis e pela assessoria G5, em parceria com bancos de fomentos estrangeiros, reunidos pela consultoria FTI – se uniram para apresentar uma proposta de plano de reestruturação da dívida de R$ 64 bilhões da tele. Esse grupo tem R$ 22,6 bilhões em débitos da Oi. Todos os detentores da dívida (“bondholders”) da companhia somam R$ 32 bilhões.

Para continuar lendo CLIQUE AQUI

 

 

Matéria Ricca & Associados para B3 (BM&F Bovespa) | A Importância do Fundador nas Empresas Familiares

Por Domingos Ricca, ricca@empresafamiliar.com.br

Sem dúvida, a figura mais importante da empresa familiar é o fundador. O pai, o avô, aquele que desenvolveu e concretizou o negócio é exemplo a ser seguido pelos familiares. Ele possui todo o conhecimento sobre a empresa e sabe a melhor forma de solucionar cada tipo de problema corporativo.

Além disso, a imagem que a própria organização apresenta frente ao mercado está diretamente vinculada à personalidade do patriarca. Seus princípios e valores são incorporados no modo de atuação da empresa, direcionando o posicionamento que ela apresenta frente aos colaboradores, clientes e à comunidade como um todo.

Para ler material completa CLIQUE AQUI

Dois anos após ‘fundo do poço’, Bombril volta ao azul e planeja investimentos

Quase dois anos após atingir o fundo do poço, com falta de produtos nas gôndolas de supermercados e alto endividamento, a Bombril começa a dar os primeiros sinais de reação. Depois de fechar o ano passado no azul, após quatro anos seguidos de prejuízo, a expectativa é de que a companhia famosa pela esponja de aço comece também a gerar caixa a partir de novembro – até o momento, todo o dinheiro que entra na empresa é destinado apenas ao abatimento de sua pesada dívida.

Para continuar lendo CLIQUE AQUI