Ricca & Associados

Cooperativismo beneficia empresas durante a pandemia

Durante toda a pandemia de covid-19, as farmácias de manipulação vêm sendo amplamente demandadas, mostrando mais uma vez que são essenciais para o sistema da saúde brasileiro.  Além de atenderem um maior número de usuários, também intensificaram a prestação de serviços para hospitais, no tratamento de pacientes acamados e entubados.

No entanto, assim como para outros setores da economia, essa fase tem trazido enormes desafios. Desempenhar um trabalho tão crucial para a sociedade requer investimento e diálogo constante com autoridades em saúde, o que é um dos papéis desempenhados pela Anfarmag, entidade que representa e valoriza o setor de farmácias de manipulação em nível nacional. Atualmente, o Brasil conta com cerca de 8.000 farmácias de manipulação, que estão distribuídas em todo o território nacional e preparam medicamentos, suplementos, cosméticos e outros produtos sob medida para cada paciente.

Para dar suporte às empresas e aos profissionais do setor neste ano tão singular, a Anfarmag garantiu a produção de conteúdo rico e atualizado ainda mais frequente para os associados durante todos os meses desde o começo da pandemia. Já foram cerca de 300 informes enviados alertando sobre mudanças na legislação, orientações de procedimentos, dicas práticas para adaptação da farmácia, informações técnicas e regulatórias e conteúdo de apoio gerencial. Além disso, por meio da Revista Anfarmag e de 40 formulários, a associação divulgou cerca de 400 fórmulas farmacêuticas sugeridas, com farmacotécnica recomendada, para uso em diversas áreas da saúde. Por meio do serviço de atendimento aos associados, foram realizados nada menos que 43 mil contatos.

O associativismo é parte inseparável da força do setor magistral. Enquanto empresários, farmacêuticos e demais profissionais se dedicam à linha de frente nas farmácias, a Anfarmag segue trabalhando incansavelmente na retaguarda, garantindo uma estrutura institucional robusta, promovendo a articulação e mobilização setorial e criando benefícios práticos para o dia a dia dos associados. Esse nível de organização também é reflexo da consciência dos empresários do setor de que é necessário contar com estruturas profissionalizadas para garantir resultados. O mesmo se aplica ao conceito de gestão empresarial e sucessão.

Uma parcela significativa das empresas que atuam hoje no setor tem à sua frente gestores que, dentro de uma década, provavelmente não estarão mais no comando de todas as atividades. No entanto, esses negócios representam valores pessoais desses empresários e refletem a dedicação de toda uma vida. Em alguns casos, filhos ou outros herdeiros tomarão a frente do negócio. Em outros, o proprietário provavelmente irá vender a empresa. Nos dois cenários, é importante encarar a mudança de ciclo de forma profissionalizada. Por isso, a Anfarmag, em parceria com a Ricca e Associados, criou o Clube de Sucessores – mais uma iniciativa que só foi possível por meio do associativismo. Esse projeto dá acesso aos empresários filiados à entidade a um programa profissional de sucessão empresarial, garantindo a preservação do patrimônio construído.

 

Por: Anfarmag

Data: 14/05/2021

Link: https://www.anfarmag.org.br