Ricca & Associados

Casas Bahia muda marca, mira alta renda e planeja lojas no ‘estilo Apple’

Os últimos 12 meses foram uma corrida de obstáculos para a Via Varejo, dona da rede líder em eletrodomésticos no País, a Casas Bahia. Depois de passar três anos à venda pelo grupo francês Casino, a empresa ficou defasada e viu a concorrente Magazine Luiza ganhar espaço e se tornar referência em tecnologia e atendimento ao cliente. O último ano foi uma maratona para recuperar o terreno perdido. Depois de muitas mudanças internas, a atual direção lança nesta segunda-feira, 27, a nova marca da Casas Bahia. E vai atrás de um público novo: a alta renda.

A nova marca, conforme explica a diretora de marketing da Via Varejo, Ilca Sierra, mostra o aspecto “democrático” da Casas Bahia. Mas, ao contrário do que querem dizer a maioria das empresas que usam essa palavra, a varejista pretende provar que também pode ser uma boa opção para o público de alta renda, e não apenas para quem compra eletrodomésticos em prestações a perder de vista.

As mudanças que agora vão ficar mais transparentes para o consumidor são resultado de um ano de trabalho da nova equipe de executivos da Via Varejo. Depois que o empresário Michel Klein, membro da família fundadora da rede, voltou a ser o principal acionista da companhia, a rede vem fazendo uma caminhada ladeira acima. Liderada pelo executivo Roberto Fulcherberguer, uma dezena de novos executivos foi contratada em 2019 –incluindo Ilca, do marketing, que veio justamente do Magazine Luiza.

 

Saiba mais através do site: https://economia.estadao.com.br/blogs/fernando-scheller/casas-bahia-muda-marca-mira-alta-renda-e-planeja-lojas-no-estilo-apple/