Com dificuldades em rede, Advent estuda fim marca Walmart no Brasil

Um ano após comprar rede no Brasil, fundo vai reduzir portfólio de marcas, converter hipermercados em atacarejos e trabalhar para reabrir e-commerce; no meio do caminho, tentou comprar o Grupo Pão de Açúcar no Brasil, mas acordo não foi adiante (Estadão)

Um ano após adquirir a operação de 400 lojas e faturamento de R$ 28 bilhões, o fundo americano Advent enfrenta uma corrida ladeira acima para colocar nos eixos a complicada operação do Walmart Brasil.

Para facilitar o trabalho – que envolve questões financeiras, administrativas e de imagem –, o Advent chegou a tentar a comprar o Grupo Pão de Açúcar no País, mas o negócio não foi adiante, apurou o Estado. Agora, o fundo se debruça na redução do complexo portfólio de marcas. A tendência, nesse processo, é que o nome Walmart perca força e possa até ser descartado.