Ricca & Associados

Coronavírus: símbolo do Rio, Biscoito Globo fecha sua fábrica na pandemia

Com as praias proibidas, empresa fundada em 1953 perde sua maior fonte de renda e para de funcionar por tempo indeterminado. A fila de ambulantes que costuma se formar a partir das 5h em frente a um predinho na Rua do Senado, no Centro, agora faz parte do passado – pelo menos por enquanto. Com as medidas de isolamento social adotadas por causa da pandemia do coronavírus, a fábrica de biscoitos Globo vive a maior crise de seus 67 anos de existência e fechou as portas por tempo indeterminado. “Nosso carro-chefe é o biscoito vendido nas embalagens de papel, revendido nas ruas e nas praias. Como ninguém sai de casa e a praia está proibida, não temos para onde correr”, diz Marcelo Ponce, um dos donos do negócio. Saiba mais através do link: https://vejario.abril.com.br/beira-mar/coronavirus-biscoito-globo-fecha-fabrica/amp/