Ricca & Associados

Ford tenta “sair de fininho”, mas terá que dar explicações ao BNDES, a quem deve R$ 335 milhões