Ricca & Associados

Jack Ma perde US$ 11 bilhões em 2 meses com maior controle da China

Embora o cofundador do Alibaba tenha sido alvo de ofensiva, não é o único a sentir o aperto.

A fortuna de Jack Ma encolheu quase US$ 11 bilhões desde o final de outubro em meio ao maior controle do governo da China sobre o império do bilionário e gigantes de tecnologia do país.

O patrimônio líquido do ex-professor de inglês de 56 anos – frequentemente associado à ascensão meteórica do setor de Internet na China – havia atingido um pico de US$ 61,7 bilhões neste ano, e Ma estava prestes a recuperar o posto de pessoa mais rica da Ásia. Agora, com fortuna de US$ 50,9 bilhões, Ma caiu para o 25º lugar no Índice de Bilionários da Bloomberg, uma lista com as 500 pessoas mais ricas do mundo.

Embora o cofundador do Alibaba tenha sido alvo da ofensiva, não é o único a sentir o aperto.

O maior escrutínio do governo leva investidores a repensarem suas posições depois que a forte demanda por serviços online como resultado das restrições do coronavírus fez com que essas ações disparassem no início deste ano. Nas últimas semanas, gigantes de tecnologia da China perderam centenas de bilhões de dólares em valor de mercado. As ações da Tencent, de Pony Ma, caíram 15% desde o início de novembro, e os papéis da gigante de entrega de comida Meituan, controlada por Wang Xing, perderam quase 20% em relação à máxima no mês passado. Os recibos de depósito americanos do Alibaba acumulam queda de mais de 25% desde o final de outubro.

Saiba mais através do link: https://www.infomoney.com.br/negocios/jack-ma-perde-us-11-bilhoes-em-2-meses-com-maior-controle-da-china/