Ricca & Associados

Rede colombiana quer ser fast-food do prato feito

Em meio à pandemia que provocou uma forte crise no setor de bares e restaurantes, a startup colombiana de alimentação Muy quer disputar o mercado do prato feito, o popular PF, e de comida por quilo no Brasil. Na segunda quinzena do mês, abre a primeira cozinha no País. Instalada na região central da capital paulista, vai produzir pratos feitos vendidos pelo sistema de delivery por R$ 15.

“Vamos iniciar com delivery para começar a entender o mercado. Depois vamos expandir de forma mais agressiva”, diz Jose Guillermo Calderón, cofundador e presidente da startup, com 50 restaurantes espalhados na Colômbia e no México.

A empresa conta com recursos de fundos de risco (venture capital) dos EUA e da Espanha para bancar a expansão. A rede encerrou o primeiro semestre com vendas de US$ 4 milhões, desempenho que foi afetado pelo fechamento de lojas por causa das medidas de isolamento social nos dois países em que atua.

A depender do desenrolar da pandemia, o plano da startup para 2021 é ter entre 20 e 30 restaurantes e cozinhas que preparam pratos para delivery na cidade de São Paulo, nas regiões das avenidas Paulista e Faria Lima. Nessa primeira rodada, serão investidos US$ 5 milhões e abertos 300 postos de trabalho.

Saiba mais através do site: https://www.istoedinheiro.com.br/rede-colombiana-quer-ser-fast-food-do-prato-feito/